Brasil
Crente
Brasil
Crente
Brasil
Crente
Brasil
Crente
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Censo IBGE Metodologia
Metodologia de pesquisa e amostragem adotada pelo IBGE no Censo 2010
O IBGE pesquisou a população por religião, incluindo evangélicos, nos municípios do Brasil, utilizando modelo de amostra no Censo 2010.

Dois Questionários
No Censo Demográfico de 2010, o IBGE adotou dois questionários para pesquisa das características da população brasileira: “Questionário Básico” e “Questionário da Amostra”.
O “Questionário Básico”, com menos perguntas, foi aplicado para todos os domicílios, enquanto o “Questionário da Amostra”, com maior número de perguntas, foi aplicado apenas para uma amostra de domicílios.

Religião
A característica populacional “Religião” apareceu apenas no “Questionário da Amostra”.
Tendo obtido os resultados do “Questionário da Amostra”, o IBGE, então, calculou a quantidade de evangélicos e de outras religiões para toda a população.
Esclarece o IBGE:
“Assim, por exemplo, de forma bem simplificada, nos municípios entre 20.000 até 500.000 habitantes, onde é usada a fração amostral de 10%, cada domicílio investigado vale por 10, ou seja, vale por ele mesmo e por mais outros nove que ele representa. Chega-se, assim, a estimativas para o total da população e dos domicílios.”

Perguntas e respostas extraídas do site do IBGE
Veja, a seguir, respostas do IBGE para algumas perguntas.
(fonte: https://censo2010.ibge.gov.br/materiais/guia-do-censo/questionarios.html)

Existem quantos questionários?
Existem dois tipos: o "básico" e o "da amostra". Todas as perguntas do questionário básico também estão contidas no questionário da amostra, de forma que essas variáveis comuns são investigadas censitariamente, ou seja, para todos os domicílios e pessoas. Isto permite que os registros dos dois tipos de questionários formem o conjunto Universo, ou seja, informações básicas para a totalidade da população recenseada.

Onde é possível ter acesso aos questionários do Censo 2010?
Os questionários do Censo 2010 podem ser encontrados no portal do IBGE, no qual há link para o site do Censo 2010 (www.censo2010.ibge.gov.br).

Por que existem os dois questionários?
Aplicar um questionário extenso em todos os domicílios do País não é uma alternativa viável diante dos custos envolvidos e do prazo que seria necessário para liberar os resultados. Assim, a opção foi investigar, para a totalidade dos domicílios, as variáveis que constam do questionário básico e, para uma amostra de domicílios, proceder a uma investigação mais detalhada, com o questionário da amostra (lembrando que todas as perguntas do questionário básico também estão contidas no questionário da amostra).

Como é feita a escolha de quem vai responder ao Questionário da Amostra?
Primeiro, é importante lembrar que o Censo é uma pesquisa domiciliar e que o IBGE visita todos os domicílios do País, onde um ou mais moradores respondem ao recenseador e prestam informações sobre todos os que ali moram. A seleção dos domicílios para a amostra (o que significa definir qual tipo de questionário será aplicado em um determinado domicílio) será feita automaticamente, no computador de mão (PDA). Os domicílios são cadastrados no PDA e fazem parte de uma lista da qual os domicílios que farão parte da amostra serão sorteados. A seleção é aleatória, independente em cada setor censitário, de acordo com a fração amostral definida para o município, e de forma que seja espalhada geograficamente por toda a extensão do setor censitário.

Quantos domicílios vão responder ao Questionário da Amostra?
Aproximadamente 11% dos domicílios (cerca de 6,4 milhões) responderão ao questionário da amostra. E para poder fornecer informação com maior precisão para os municípios de menor porte, o Censo 2010 irá aplicar cinco frações amostrais diferentes, de acordo com o tamanho do município em termos de população estimada para 2009. A fração amostral em municípios pequenos tem de ser maior para que a amostra tenha um tamanho adequado a fim de garantir a qualidade das estimativas do Censo. No quadro abaixo você pode conferir as frações amostrais:
Habitantes no Município / Domicílios Questionário Amostra / Nº de Municípios
Até 2.500 / 50% / 260
Mais de 2.500 até 8.000 / 33% / 1.912
Mais de 8.000 até 20.000 / 20% / 1.749
Mais de 20.000 até 500.000 / 10% / 1.604
Mais de 500.000 / 5% / 40
Total / 11% / 5.565

Os resultados obtidos na amostra representarão as características do conjunto total da população e dos domicílios?
Os totais municipais são estimados atribuindo pesos aos domicílios e pessoas investigados na amostra. O que está por trás desse peso é a fração amostral usada para o município (vide quadro acima). Assim, por exemplo, de forma bem simplificada, nos municípios entre 20.000 até 500.000 habitantes, onde é usada a fração amostral de 10%, cada domicílio investigado vale por 10, ou seja, vale por ele mesmo e por mais outros nove que ele representa. Chega-se, assim, a estimativas para o total da população e dos domicílios. Importante destacar que as frações amostrais foram definidas tendo em vista a qualidade dessas estimativas, de tal forma que os totais municipais divulgados para as variáveis investigadas somente na amostra tenham precisão aceitável. Para transparência dos resultados, o nível de precisão de cada variável é também divulgado pelo IBGE.

Para mais informações sobre o modelo de pesquisa e amostragem adotado no Censo 2010, acesse o site do IBGE: https://censo2010.ibge.gov.br
Redes Sociais
Quero indicar este site para amigos e irmãos.
"Este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo"
(Palavras de Jesus em Mateus 24:14)
Site mantido pela Missão ABS Vida
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal